sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Velha Dor

O que você faz quando tudo que tenta fazer para te notarem é em vão? Você se esforça para que tudo saia de forma fantástica, mas nada parece ser bom o suficiente. Todo dia é um distanciamento maior. Eles te procuram? Não. Enquanto eu tento ser alguém melhor, eles estão ali no primeiro erro bobo. Nada é glorioso. Que orgulho? Nenhum. Você é só aquela pedra no caminho e eles já te superaram a muito tempo. O obstáculo está muito atrás, você foi superada, a vida seguiu. Diga que me ama, me liga, diga que vem me ver. Palavras que voam ao leu. Atitudes inexistentes. Acreditar não deveria existir, mas, é o que dizem, a esperança é a última que morre. Esta morrerá comigo. Tudo que guardei, me sai em lágrimas. A tristeza não deveria estar aqui, mas ela está. Eles me destroem, mas eu irei me reerguer como sempre. Só é triste saber que daqui a pouco será tarde demais, vai chegando o fim do ano e eu só queria ter um bom natal de novo, porém sei que estou longe de ter um como quero. Nada demais só minha família junta. Para vocês deixarei todo o meu amor, dentro de uma caixa que um dia vocês possam abrir e se arrepender de todos os meus momentos perdidos. Porque ninguém sabe além de mim que às vezes eu choro, quando estou no meu quarto e no silêncio, aquele momento antes de dormir, eu fecho os olhos, penso neles e todas as mágoas guardadas voltam para limpar a sujeira do dia. 

0 comentários:

Novidades

Agradecendo ao passado

Em 2016, eu aprendi que nada dura pra sempre se a gente não se esforça para nutrir aquilo todos os dias. Regar a planta diariamente para qu...

Quem sou eu

Minha foto

Sou apenas uma sonhadora atrás de conforto para todos os iguais a mim que lutam para ouvir sim, mas só escutam um não. Aqui você encontrava tudo que sou, fui e serei um dia. Tenho 18 anos, curso publicidade e amo cantar. Espero que gostem do meu cantinho de desabafo. :D <3

No Momento

No Momento
Tentando voltar ao mundo literário

Faça Parte!