quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A melhor realidade

"As pessoas dizem que Lady Gaga é uma mentira, e elas estão certas. Sou uma mentira. E todos os dias me mato para tornar isso realidade." - Lady Gaga.

Quando eu era mais nova achava a mentira fascinante, tanto que adora fingir que eu estava vivendo coisas que eu não vivia. Isso tudo porque a realidade era tão horrível que parecia mais fácil esquecê-la e buscar uma nova. Com quem eu aprendi isso? Com uma grande artista chamada Lady Gaga que vivia tanto na mentira que esta se tornou sua realidade, então porque isso não aconteceria comigo? Mas eu me esqueci do fator mais importante: eu tinha apenas 9 anos de idade, ela tinha 10 anos a mais que eu.
Então a vida foi me ensinando que a mentira não é tão boa, porque no final do dia a realidade vem te atormentar. Foi quando descobri uma nova maneira de viver na mentira: lendo. Que mundo era aquele! Cheio de fantasia, amor e aventuras. Era tudo o que eu queria e obviamente fiquei fissurada e não consegui ficar mais de 6 horas sem ler. Eu estava viciada, lia de noite antes de dormir, lia de manhã ao acordar, lia nas aulas, nos intervalos e no ônibus.
Aos 18 anos, não consigo mais pegar um livro e ler como antes, não consigo mais me tele transportar para a minha realidade utópica. Tudo que eu gostava agora me parece uma mentira e a realidade resolveu ficar de vez para me causar esses pesadelos horrível. “Mas pesadelos são mentiras!”. Os meus são os mais reais possíveis e por isso machucam mais. Como eu saio dessa realidade? Não sei parece simples, mas não é.
No final, a lição que eu aprendi é que cada um tem a sua fuga da realidade e às vezes ela é ruim como uma nova vida de fantasia ou boa como ler um livro, basta você encontrar a sua. A Lady Gaga encontrou a dela na música e eu encontrei no mundo mágico das palavras, porque até escrever é uma fuga pra mim. Pois eu sempre terminava dizendo que está tudo bem e nunca esteve...

As palavras sempre me ensinam, porque quando escrevo não sei como o texto vai terminar. Elas me guiam pelas letras e me mostram coisas fantásticas. Hoje aprendi que a mentira sempre fez parte da minha vida e que eu preciso dela. A realidade é cruel, mas necessária. Sem o lado mal, não conhecemos o lado bom. Sem nos se perder, não nos achamos. Que voltem os sonhos doces, as mentiras maravilhosas e as outras realidades. Assim estou eu, procurando a minha mentira e fugindo da minha realidade. Me chamem do que quiser, mas nunca de real, porque até ele pode ser imaginável.

0 comentários:

Novidades

Agradecendo ao passado

Em 2016, eu aprendi que nada dura pra sempre se a gente não se esforça para nutrir aquilo todos os dias. Regar a planta diariamente para qu...

Quem sou eu

Minha foto

Sou apenas uma sonhadora atrás de conforto para todos os iguais a mim que lutam para ouvir sim, mas só escutam um não. Aqui você encontrava tudo que sou, fui e serei um dia. Tenho 18 anos, curso publicidade e amo cantar. Espero que gostem do meu cantinho de desabafo. :D <3

No Momento

No Momento
Tentando voltar ao mundo literário

Faça Parte!