quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Lola e o garoto da casa ao lado

"Não Acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias...Ser uma pessoa, ou uma pessoa melhor, ou seja lá com que você esteja preocupada e tentando consertar. Isso não deveria mudar quem você é. Significa torna-se mais você... Talvez algumas pessoas pensem que vestir um figurino signifique que você está tentando esconder sua verdadeira identidade, mas eu penso que um figurino é mais verdadeiro que uma roupa normal jamais poderia ser... Ela expressava suas vontades, desejos e sonhos para toda a cidade ver."

Como você consegue passar para palavras um sentimento inesplicável?
Lendo Lola eu aprendi a me amar, a me dar valor e a ser quem eu sou! A forma que ela se expressa é maravilhosa! O melhor é ver ela falar sobre o seu primeiro amor e sobre o seu namorado atual! O mais legal da história é poder rever (ou reler) O amor de anna e étienne! Só tenho isso pra falar sobre o livro, se eu falar muito vou estragar tudo (Risos)!

Sinopse: A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.




0 comentários:

Novidades

Agradecendo ao passado

Em 2016, eu aprendi que nada dura pra sempre se a gente não se esforça para nutrir aquilo todos os dias. Regar a planta diariamente para qu...

Quem sou eu

Minha foto

Sou apenas uma sonhadora atrás de conforto para todos os iguais a mim que lutam para ouvir sim, mas só escutam um não. Aqui você encontrava tudo que sou, fui e serei um dia. Tenho 18 anos, curso publicidade e amo cantar. Espero que gostem do meu cantinho de desabafo. :D <3

No Momento

No Momento
Tentando voltar ao mundo literário

Faça Parte!