terça-feira, 26 de março de 2013

Um erro que virou lição!

Nem acredito que estava preste a cometer a pior decisão da minha vida, terminar com você. Por que tudo que nos faz bem nós acabamos deixando para trás e dando um final a nossa felicidade? As brincadeiras, as cantorias, as danças, o amor. Se eu decidir que não quero que tudo isso tenha final e se eu resolver ser feliz do meu jeito sem ouvir os outros, eu iria saber realmente o que me faz feliz. Foi então que eu refleti e percebi que eu gosto de você e que adoro rir com sua piadas, adoro suas gracinhas, seus carinhos, suas cantorias, suas palavras ditas de forma errada, o jeito como você consegue fazer um dia chuvoso, se tornar ensolarada e o único que faz borboletas aparecerem em meu estômago.Sabe às vezes você sente falta de ser feliz e percebe que ia fazer a maior burrice da sua vida.
A coisa mais importante que aconteceu no tempo que estivemos separados, foi um livro cruzar o meu caminho, talvez o melhor livro que eu tenha lido até hoje, o mesmo que me ajudou a pensar e refletir. Precisamos mesmo da pessoa perfeita ou da pessoa que nos faz feliz e que todos os dias transforma sua tristeza em alegria, sua derrota em vitória, seu tsunami em arco-íris, não é um príncipe com o cavalo branco que esperamos, é alguém que nos aceite do jeito que somos, que nos faça feliz e que faça borboletas aparecerem na nossa barriga. Quer saber mais, a perfeição é chata, o normal é chato, eu gosto mesmo é dos defeitos, da doideira e de viver cada dia como se fosse o último, porque amanhã pode não existir!
Só do que eu preciso amanhã e de um beijo, um abraço e aquele carinho que só você sabe fazer, porque agora eu percebo os milhares de sorriso que você conseguiu roubar de mim, enquanto eles estavam escondidos por uma nuvem gigante de tristeza.
Em um conclusão, então eu chego, agora quando alguém me perguntar se está tudo bem, vou responder que sim , pois ao meu lado eu tenho um garoto que me faz feliz quando estou triste, dançar quando quero dormir, brincar quando tudo está sério de mais e simplesmente gosta de mim maluca quando a sociedade quer me impor a ser de um jeito que não sou, e sabe por que disto tudo? Porque: "o amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer. é um não querer mais que bem quer, é um andar solitário entre a gente..." ( Luís Camões).


0 comentários:

Novidades

Agradecendo ao passado

Em 2016, eu aprendi que nada dura pra sempre se a gente não se esforça para nutrir aquilo todos os dias. Regar a planta diariamente para qu...

Quem sou eu

Minha foto

Sou apenas uma sonhadora atrás de conforto para todos os iguais a mim que lutam para ouvir sim, mas só escutam um não. Aqui você encontrava tudo que sou, fui e serei um dia. Tenho 18 anos, curso publicidade e amo cantar. Espero que gostem do meu cantinho de desabafo. :D <3

No Momento

No Momento
Tentando voltar ao mundo literário

Faça Parte!