quinta-feira, 28 de abril de 2016

Se eu ficar

Dados do livro:
Nome - Se eu ficar
Autora- Gayle Forman
Editora - Novo Conceito
Páginas - 224
Filme - Disponível no Netflix (1h 46 min) 
*contém um cápitulo da continuação e estrevista exclusiva com os atores do filme*
Se eu ficar trás a história de Mia uma garota de 17 anos que no meio de uma família Punk Rock encontra seu mundo da música clássica e seu amor ao dedilhar o violoncelo. Ela se sente deslocada por não ter a mesma aparência que seus pais e seu irmão (loiros de olhos claros) e por não ser do mesmo gênero musical da família. Em um certo dia, as escolas fecham devida a nevasca que está por vir e seus pais decidem ir visitar alguns amigos que moram em uma cidade próxima (o pai de Mia é professor, por isso no dia não iria trabalhar e a mãe resolve faltar o emprego).
Durante esta viajem a família sofre um acidente e os pais de mia morrem e ela e o seu irmão ficam em estado grave. O que acontece agora? Mia ‘sai’ de seu corpo no momento do acidente e consegue visualizar tudo que está acontecendo desde o momento do incidente até quando é levada ao hospital. Sendo assim, ela houve todas as conversas, sabe todos os seus sintomas, tudo que aconteceu a seus pais e aos seus irmãos e escuta tudo que sua família lhe diz quando está em coma.
A situação de Mia é grave, mas a frase de uma enfermeira a faz entender como sair destas circunstâncias: “Vocês precisam conversar com ela, porque quem decide viver ou não é ela.” (foi mais ou menos isso). Com isso, ela começa a pensar se vale ou não apena acordar e ver quase toda a sua vida destruída. Parece uma decisão fácil, mas Mia tem um namorado que a ama muito e faz de tudo para poder visitá-la e convencê-la a ficar.
Se eu ficar é a história de uma adolescente que tem uma decisão a tomar sobre a sua vida que já passou por quase tudo em seus 17 anos, brigas, melhores amigas, namorado e o livro nos trás tudo isso como lembranças da narradora.
 Parece um livro muito bom quando o coloco em síntese, mas me decepcionei demais, não exatamente com o que talvez com o final, mas achei muito triste a protagonista nem chorar pelos seus pais, mas quase morrer quando recebe uma outra notícia. Entendo que ela pode ter entrado em choque, mas não é isso que a narração passa. Além disso, achei ela muito infantil, talvez a escritora (ou mesmo a tradutora) não tenha colocado direito as palavras e as ações que uma garota de 17 anos teria.

A minha nota para esse livro é seis, não gostei, e realmente me decepcionei, mas é um livro muito rápido de ler (li em apenas 3 dias) até porque só possui 224 páginas e tem um capítulo da continuação e entrevista com os atores do filme. Falando nesse assunto quero muito ver o filme, porque uma amiga que leu o livro disse que o mesmo é melhor que a leitura. Outra coisa, não tenho interesse em ler a continuação o primeiro capítulo foi horrível. Acho que perceberam que não lerem mais nada da autora. Mas nunca é uma palavra muito pesada, quem sabe um dia...

Um comentário:

  1. To na metade do livro e até agora estou achando bem legal. Pelo jeito, ela escolhe viver, né? To muito curiosa pra saber isso.
    www.soseflor.com

    ResponderExcluir

Novidades

Agradecendo ao passado

Em 2016, eu aprendi que nada dura pra sempre se a gente não se esforça para nutrir aquilo todos os dias. Regar a planta diariamente para qu...

Quem sou eu

Minha foto

Sou apenas uma sonhadora atrás de conforto para todos os iguais a mim que lutam para ouvir sim, mas só escutam um não. Aqui você encontrava tudo que sou, fui e serei um dia. Tenho 18 anos, curso publicidade e amo cantar. Espero que gostem do meu cantinho de desabafo. :D <3

No Momento

No Momento
Tentando voltar ao mundo literário

Faça Parte!